Você quer mesmo se organizar? Então, largue suas fantasias!

Publicado no dia 27 de março de 2018


Neste texto, vou explicar porque as pessoas desorganizadas geralmente estão no mundo da fantasia e o que precisam fazer, em 5 passos, para sair desse estado e enfrentar a realidade.

imagem representando um mundo de fantasia
Banco de Imagens Pixabay

As fantasias podem ser tanto boas, como ruins. Muitas vezes, as pessoas desorganizadas vivem no mundo da fantasia.

Deixe-me explicar melhor dando exemplos.

Uma pessoa pode estar juntando pedras que ela encontra nas viagens, porque tem um projeto de fazer pinturas nessas pedras e com elas decorar alguns vasos de flores. Este é o desejo, a fantasia. Mas, na verdade, ela não tem tempo para fazer essas pinturas, nem habilidade e, pior: nem tantos vasos.

Ficar no mundo dos projetos e fantasias é muito prazeroso porque não é preciso lidar com a realidade dos limites.

Vamos para o outro cenário!

Uma pessoa pode evitar de organizar o escritório porque imagina coisas ruins: é impossível; não vai conseguir; vai demorar uma eternidade. E, assim, como a tarefa é muito assustadora prefere esquecer que existe essa necessidade. Coloca o projeto não como figura, mas como fundo, tão fundo que é como se deixasse de existir ou estivesse totalmente deletado. Faz um corte, para não entrar em contato com a realidade.

Imagem ilustrando um avestruz
Banco de Imagens Pixabay


No entanto, bancar o avestruz não resolve o problema. Bem pelo contrário, permite que longe da consciência, fique ainda pior.





Como sair desse mundo da fantasia?

Dentro da visão psicológica é difícil definir um roteiro a ser seguido, pois cada pessoa é única. Mas, existem passos que podem ajudar você nessa jornada. Que tal tentar?

1 - Tomar coragem e identificar quais aspectos estão desorganizados e qual o prejuízo que isso, de fato, está trazendo para você.

2 - Perceber onde está a fantasia: boa ou ruim. Onde existe um pensamento que se afasta da realidade. Uma pessoa de fora da situação pode ajudar nesse momento fazendo perguntas simples como: quando você vai ter tempo de fazer isso? onde vai utilizar todos esses objetos?

3 - Identificar qual o medo que está por trás dessa dificuldade em olhar para a realidade. Geralmente, olhar para a realidade traz consciência e pede que se faça alguma ação. Algumas pessoas não se sentem aptas para fazer movimentos, escolhas e decisões. Este passo pode se tornar difícil, pois o medo tende a ser profundo e bem assustador. Não entrar em contato com a realidade geralmente é um mecanismo de defesa psicológico, que aparece quando a pessoa sente que não vai conseguir dar conta da realidade. Nessas situações a ajuda psicológica é indicada.

4 - Enfrentar o medo e partir para a ação. Sair do mundo da fantasia e entrar na realidade. Quando esse passo é dado tudo fica mais fácil porque, agora, são questões concretas que precisam ser resolvidas.

Quando organizar?
Como organizar?
O que guardar? Onde?
Qual a melhor maneira de guardar?

Nessa hora a ajuda de um PersonalOrganizer pode ser muito valiosa.

5- Manter a organização. Sistematizar. Manter a rotina para não voltar a se desorganizar.

Imagem que traz um mochileiro ao final da jornada
Banco de Imagens Pxhere




Fim da jornada!








Espero que esse roteiro tenha motivado você a buscar soluções para sua desorganização.

SIM, é possível se organizar! Mesmo quando o processo é complexo e longo, sempre vale a pena. A vida fica bem mais leve e prazerosa.
Deixe seu comentário sobre o que achou deste roteiro e, se começou a jornada, em que passo você se encontra e quais as conquistas e dificuldade tem experimentado.

Desejo a você uma BOA JORNADA!

Meu abraço,
Deborah Williamson Passos
Psicóloga Clínica

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Sua opinião é importante para nós!

Fique por dentro das novidades

Digite seu endereço de email e fique por dentro das novidades!

O que você procura?

Contato:

suporte@desorganizacao.com.br
Telefone: 11 5524-2014

Destaques no blog

Subir